Skip to content
June 10, 2013 / por Livia

Dia 5: Dia de preguiça em Chiang Mai – Massagem e Aula de Culinária

Começamos o dia empolgados com a ideia de andar de bike pela parte central de Chiang Mai. Já havíamos conhecido as atrações principais e achamos que seria legal sair pela cidade de bike, sem muito compromisso. A ideia era essa, mas a realidade foi que voltamos para o quarto depois do café e capotamos. O calor estava beirando o insuportável (no Camboja eu aprendi o que calor insuportável significa) e foi difícil resistir o conforto do nosso quarto com ar condicionado!

Eu havia pesquisado algumas escolas de culinária e a intenção era ter feito uma aula no final da tarde mas a essa altura do campeonato eu já não queria mais ver comida tailandesa na minha frente. Eu literalmente já estava passando mal com os cheiros das comidas, fiquei uns 2 dias tomando remédio para enjoo! Como comer nas barraquinhas faz parte da cultura local, todos os lugares cheiram a comida, é um cheiro muito forte e meio doce, tipo milho verde com essência de baunilha hahahhaa! Eles usam muitos condimentos na comida e eu, que nunca tinha sofrido com enjoo, tinha que prender a respiração cada vez que passávamos na frente de alguma barraquinha!

Enfim, depois desse drama, fazer aula de culinária estava totalmente fora de cogitação e eu aproveitei o momento de preguiça no hotel para pesquisar um plano B. Pesquisei aulas de yoga, pilates, muay thai mas adivinhem onde eu passei minhas últimas horam em Chiang Mai? No spa, claro!!!! Viciei no thai massage! Fiz umas pesquisas online e acabei fazendo um “dia de princesa” no Fah Lanna Spa  pois era perto do nosso hotel e tinha bons reviews no Trip Advisor.Image

Recomendo MUITO esse spa! A decoração era uma graça, a sala de massagem tinha uma iluminação baixa, musiquinha relaxante e cheirinho gostoso! Fiquei umas 4 horas lá e gastei uns R$120 (!!!!!). Fiz body scrub (e depois tomei banho lá, tudo muito arrumado e limpinho), hot oil massage, facial massage, foot massage e finalmente head, back & shoulder massage. Que experiência maravilhosa! Não tenho nem palavras pra descrever o grau de relaxamento que saí de lá!

Enquanto eu fazia o “dia de princesa” o Celso se divertia na aula de culinária. Segue o depoimento dele:

“Liguei para a escola “Siam Rice” pelo skype, do hotel, e marquei a hora para eles me buscarem no hotel. Eu levei as malas minha e da Livia, porque já seguiria de lá para o aeroporto. Eles tinham cursos de dia inteiro e meio período, fiz o de meio período à tarde. Foi uma experiência muito divertida e interessante. Recomendo para quem gosta da comida asiática (não precisa ter a menor noção de como cozinhar), pois, na verdade, é uma ótima desculpa para comer muito bem. O taxi parou primeiro em um mercado local, onde o professor vai explicando um pouco dos ingredientes mais usados na região. O professor tinha ótimo inglês e era bastante divertido, fazendo piadas e bincando com todos. Em seguida, fomos para o lugar, uma espécie de cozinha grande ao ar livre. Eles oferecem água, mas também é possível comprar cerveja, como eles disseram que era para eu me sentir em casa, fui logo na geladeira buscar uma. No total fizemos quatro pratos, cada um escolheu no início o que iria preparar. Eu escolhi uma sopa com leite de coco e pimenta, e um pad thai. Depois de comermos os primeiros pratos, iniciamos a preparação dos outros dois, no meu caso um green curry (fizemos a pasta de curry tb.) e um stir fried de vegetais. Como o professor vai dizendo o que tem que fazer, os pratos todos vão saindo perfeitos. Foi uma das melhores comidas que comi por lá e ainda aprendi um pouco como eles cozinham. Fui rolando para o aeroporto encontrar  a Livia.”DSC01136 DSC01138 DSC01159 DSC01171DSC01161

Depois da minha experiência no spa e da experiência do Celso com a aula de culinária, nos encontramos no aeroporto para pegarmos um voo para Bangkok.

Chegamos em Bangkok bem tarde e fomos direto para o hotel de taxi. Não vou indicar o hotel pois não gostei muito apesar da localização ter sido boa. O hotel ficava relativamente perto da Khao San Road e do Grand Palace/ Wat Pho (Buda Deitado). O taxi do aeroporto Don Mueang até o hotel custou uns 180B (R$12), incrível como as coisas são mais baratas por lá, eu pago mais que isso para andar apenas 3km aqui em São Paulo!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: